Com leve alta, vendas no comércio ficam ‘zeradas’ em 2020 Featured

11 Novembro 2020 Written by 
Published in Fecomercio

 vendas123456

Em ritmo menos intenso, as vendas no varejo cresceram 0,6% de agosto para setembro, segundo o IBGE. Com uma sequência de cinco resultados positivos, agora o movimento no comércio registra estabilidade em 2020 (0%). Na comparação com setembro de 2019, alta de 7,3%. Em 12 meses, 0,9%.

No mês, o instituto apurou alta em cinco das oito atividades pesquisadas: Livros, jornais, revistas e artigos de papelaria (8,9%), Combustíveis e lubrificantes (3,1%), Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (2,1%), Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (1,1%) e Móveis e eletrodomésticos (1%). Registraram queda Tecidos, vestuário e calçados (-2,4%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,6%) e Hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0.4%).

Já no chamado comércio varejista ampliado, o setor de Veículos, motos, partes e peças cresceu 5,2%. Por sua vez, o de Material de construção avançou 2,6%. Somado, o varejo ampliado cresceu 1,2% no mês e 7,4% sobre setembro do ano passado. No acumulado do ano, o movimento cai 3,6%.

Alta em móveis e eletrodomésticos

Ainda na comparação anual, destaque para Móveis e eletrodomésticos, área que cresceu 28,7% ante setembro de 2019. Outros artigos de uso pessoal e doméstico – setor que inclui lojas de departamentos, óticas, joalherias, artigos esportivos e brinquedos – teve alta de 18,9% no volume de vendas.

O segmento Hipermercados e supermercados teve aumento de 4,4% na comparação com setembro do ano passado, oitava alta seguida. Mas teve retração (-0,4%) no mês. Agora, a atividade acumula crescimento de 5,5% no ano e de 4,2% em 12 meses.

Outro setor em alta é que abrange artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria: 13,7% sobre setembro de 2019. As vendas sobem 6,5% no ano e 6,8% em 12 meses, segundo o IBGE.

Vestuário e combustíveis: queda

Entre as quedas, o segmento de tecidos, vestuário e calçados recuou 7,2% ante setembro de 2019 e 2,4% em relação a agosto último. Acumula retração de 30,6% no ano e 20,4% em 12 meses.

Outro resultado negativo veio de combustíveis e lubrificantes, que caiu 5,1% ante setembro, embora tenha tido aumento de 3,1% no mês. No acumulado em 2020 e em 12 meses, o setor mostra quedas 11% e 7,9%, respectivamente.

Rede Brasil Atual

Read 103 times
Rate this item
(0 votes)

Endereço

Endereço:
Rua Clodoaldo Freitas, 1131, Centro, Teresina, PI  
Tel:
(086) 3222-5634
Cep:
64.000-360
Website:
www.fecomercio-pi.org.br
Email:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Quem Somos

O Sistema Fecomercio do Estado do Piauí é a força do Comercio de Bens, dos Serviços e do Turismo nas lutas pelo desenvolvimento do setor terciário e, conseqüentemente, do Estado.

JoomShaper